terça-feira, fevereiro 02, 2010

Método Balanchine

Uma leitora me pediu para falar um pouco sobre o método de ballet de Balanchine. Já ouvira falar, mas confesso que não sabia muita coisa sobre ele.
Abaixo, tem algumas informações sobre quem foi George Balanchine, o criador desse método:

George Balanchine ensinando

"Giorgi Melitonovich Balanchivadze [...] foi um coreógrafo.
Nasceu em São Petersburgo, na Rússia, em 1904. Influenciado pelo pai, que era compositor, o jovem bailarino estudou composição e piano no Conservatório de Leningrado, o que fez com que se tornasse, segundo críticos da época, o coreógrafo de maior conhecimento musical de seu tempo.
Começou na Escola Imperial em 1914, onde veio a se formar sete anos depois. Estreou como coreógrafo em 1923, com um pequeno grupo de bailarinos, entre os quais Alexandra Danilova e no ano seguinte, sua companhia denominada "Os Bailarinos do Estado Russo" incursionou pelo estrangeiro para fugir para o mundo ocidental. [...] E em 1934 fundou em Nova Iorque a School of American Ballet. E em 1948, cria a Companhia de balé Americano, o New York City Ballet, passando então, a trabalhar como mestre de balé e principal coreógrafo da Companhia, até a sua morte, em 1983. [...]
Balanchine é reconhecido como o coreógrafo que revolucionou o pensamento e a visão sobre a dança no mundo, sendo responsável pela fusão dos conceitos modernos com as idéias tradicionais do balé clássico, o verdadeiro criador do bailado contemporâneo e um dos maiores influenciadores dos mestres da dança de nossos dias [...]."

Retirado de: http://pt.wikipedia.org/wiki/George_Balanchine

---------------------------------------------------------

A escola de George educava bailarinos de uma forma diferente, treinando suas qualidades de musicalidade, velocidade, dinâmica e pureza de linhas necessárias para interpretar seus balés, fugindo do ensino focado na técnica de aprendizado. A interpretação não era nem um pouco valorizada; Balanchine dizia que o balé não tinha de explicar nada e que não ligava para bailarinos que demonstravam sentimentalismo. Outra coisa que ele prezava muito era a musicalidade: "Tentamos sempre que possível nadar no tempo. A música é do tempo; a coreografia só existe como resultado da música.", dizia.
De acordo com o método, os passos deviam ser realizados tentando cobrir o máximo possível de espaço, com pliés "caprichados" e execução minuciosa dos exercícios, a não ser que fosse uma música rápida demais.
Uma característica marcante deste tipo de ensino era que as linhas do corpo eram muito consideradas; braços e pernas deviam estar totalmente de acordo com o eixo vertical do corpo; o en'dehors devia ser sempre no seu máximo; as quintas e quartas posições de pé muito "cruzadas" e a postura também é muito exigida.

Veja mais em: http://translate.google.com.br/translate?js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&layout=1&eotf=1&u=http%3A%2F%2Fit.wikipedia.org%2Fwiki%2FMetodo_Balanchine&sl=en&tl=pt


---------------------------------------------------------

Beijos,
Isabela Sousa

3 comentários:

  1. Querida Isabela, MUITO OBRIGADA por ter atendido meu pedido...muito interessante... pois eh na escola fundada por ele que minha fofuxa estuda..no proximo ano, ela ja participa do espetaculo The Nutcrackers pelo New York City Ballet... e essa semana, algumas criancas foram escolhidas para participarem do Sleeping Beauty... pena que a Lara, ainda nao tem a idade...soh, no proximo ano..

    Obrigada de novo, e se vc precisar de alguma coisa daqui de NY, pode pedir, que terei um imeso prazer em lhe ajudar...Beijos

    ResponderExcluir
  2. Sabe o que penso de vc menina? Só coisinhas boas, tá? Vc éuma menina tão novinha, mas tão interessada, tão esperta e estudiosa.

    Vc vai longe na sua profissão de bailarina e acho que vou arriscar uma outra profissão: A de professora.......................não sei mão, masacho que vc será uma maravilhosa professora, onde poderá passar muitas informações aos seus alunos.

    parabéns pelo seu blog..................adoro ele.....beijos

    ResponderExcluir
  3. Oii isabela, adorei esse post. Nunca tinha ouvido falar dessa técnica (acho que porque não havia procurado me informar). Como faço para te dar um selinho.

    ResponderExcluir