sábado, outubro 02, 2010

O salto de Don Quixote

Olá meninas e meninos, como vão? :)

Andaram me perguntando sobre alguma técnica para a execução daquele famoso salto da personagem Kitri, do repertório Dom Quixote.

Natalia Osipova
O nome deste passo é Sissone (obrigada Amy! :D)

Primeiro: é necessário ter uma boa flexibilidade; alongar bastante é essencial, afinal de contas isso vai lhe ajudar a saltar e também prevenir possíveis distensões musculares.

Segundo: é preciso treinar bastante o plié na barra e em exercícios do centro. É exatamente o plié que vai fazer com que você salte, pegue impulso. Também é preciso saber "aterrissar", porque se você não cair de uma forma suave, poderá machucar seus joelhos seriamente com o passar do tempo.

Terceiro: outro item indispensável para a execução deste salto é a boa colocação das costas durante o pulo. Como é feio quando uma bailarina confunde ginástica rítmica com ballet. Muita atenção!!! Encaixe seu quadril e não vire tanto a coluna. É muito mais bonito uma bailarina encaixada e com postura correta, do que uma com a perna na cabeça, mas toda torta. #fato

Obs.:
Alguém já usou a ponta Capézio Partner Mushilan? Heloísa, você me perguntou se é boa, mas eu nunca usei, não posso te ajudar :) Se alguma pessoa já tiver usado, deixe um comentário neste post ou mande um e-mail (blogbailarinadecorpoealma@yahoo.com.br) com sua opinião sobre ela. Grata! ;)


17 comentários:

  1. eu acho lindo quando na ginástica rítimica saltamos o spacat com o pé na cabeça. mas é fato q nos entronxamos todinha para isso.
    encaixar o quadril num salto desse pra quem faz GR, requer muito treino, repetitivo mesmo, na barra. pra quando for saltar, não confundir. pois o costume nos atrapalha nisso.
    eu particularmente, quero muito fazer ballet. estou procuarndo um lugar. mas me preocupo seriamente como vai ser isso. poois tenho meus vícios de ginásta que são fatais no ballet
    =P
    hsuahsuahus
    acho que nunca irei me dar tão bem no ballet como me dou na GR, mas enfim..
    :P
    bom diaaaa.
    bom fds!!
    :)
    http://zonzobulando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. @tati_nanda
    Oi Tati!
    Eu fazia aula com uma menina que era ginasta; ela também tinha muitos vícios do esporte, que aplicava na dança. É um erro muito grande isso, mas nada que o hábito não corrija...=D
    bj

    ResponderExcluir
  3. Lindo salto mesmo!
    A postagem foi muito boa.E é bom sempre lembrar de quando fizer o pliê abrir bem os joelhos...não adianta nada fazer um pliê até o chão de os joelhos ficarem an dedans neh?
    rs
    Bjo e seu blog ta a cada dia melhor!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, esse salto parece ser definitivamente o "O" do borogodó! rsrsrsrsrsrs... Sou louca por saltos'
    E gostaria de tirar uma dúvida com vc, Isa!

    Quando salto tenho uma boa flexibilidade e etc... Mas não sei se estou executando corretamente o movimento... É CORRETO NA HORA DE UM GRAND JETÉ DAR MEIO QUE UM "CHUTE" NO AR PARA GANHAR IMPULSO OU É APENAS CORRETO SALTAR ESTICANDO TOTALMENTE A PERNA DA FRENTE SEM DOBRÁ-LA PARA SAIR DO CHÃO?? Me ajuda,please!!!

    Beijo :*

    ResponderExcluir
  5. Muito legal a postagem me ajudou muito valeu, bjs passa no meu blog http://eutambmdanoballet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. @Jade Christinne
    Oi Jade!
    É impossível dar um salto com a perna da frente esticada ao sair do chão. Não dá mesmo!
    Mas preste atenção: este tal "chute" que você está falando deve lhe impulsionar para cima, e não para a frente, pois se não o grand jeté saíra incorreto; vai parecer que você está fazendo uma força enorme pra sair do chão, e o pulo não será muito alto!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. @*May Lopes
    Verdade May, muito bem lembrado! En dehors sempre! =p

    ResponderExcluir
  8. @Isabela Sousa

    Bella, no caso do grand jete perguntado pela Jade a perna sai completamente esticada do chão, pois não né um salto que sai do plié e sim com passos ou chassé. No grand jeté a perna da frente sai completamente esticada do chão, como em um grand battemant e você dá um "chute" com a perna de tras no ar, aumentando assim a abertura e o tempo do salto.

    ResponderExcluir
  9. esse salto é um sissone, que, diferente do grand jete, sai por plié e as duas pernas abrem juntas no ar

    ResponderExcluir
  10. @Amy
    Obrigada Amy!
    É verdade: no sissone só tem plie, e as duas pernas abrem ao mesmo tempo, sem o "chute".

    ResponderExcluir
  11. @Amy
    Amy, o grand jeté tem plie na sua preparação! Os chasses que vc disse exigem os plies!
    Além disso, esse "chute" existe sim, é fundamental! Não tem como a perna da frente sair esticada, e a de trás fazer o chute; é o contrário: a da frente dobra pra esticar, pegamos o impulso e a de trás somente flui, como se flutuássemos.

    ResponderExcluir
  12. Obrigada Isabela !

    Parabéns pelo blog,

    que ele continue sempre e sempre crescendo !

    Bjs e beijocas ♥

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pela resposta meninas!
    é porque meu salto, tem que pegar um impulso bem forte para eu conseguir fazer a abertura total e portanto tiinha dúvidas no aspecto de que se dobrásse a perna estaria fazendo corretamente!!!

    Beijoos

    ResponderExcluir
  14. admiro muito as bailarinas, parabéns ;**

    ResponderExcluir
  15. Lindo isso... Quem garota nunca pensou em ser bailarina... saltar alto sem medo de ser feliz? rs.. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Isa, amei o salto, liindo! Tô te seguindo e gostaria que todas vocês me seguissem também:
    http://www.danceandshine.blogspot.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. oi bailarinas,
    Amei o salto e muito lindo!faço ballet desde os dois anos e hoje tenho treze nunca consegui fazer abertura,estou praticando todos os dias.AMO ballet nao me imagino parada.
    Bjs vitoria

    ResponderExcluir